Até grandes empresas erram em seu posicionamento de marketing

Até grandes empresas erram em seu posicionamento de marketing, tanto na hora de colocar alguma campanha no ar, quanto para responder questionamento de algum cliente.

Muitas empresas se espelham nas grandes para se posicionar ou tomar uma decisão. “Se as grandes estão fazendo, porque eu que sou pequena não irei fazer?” Bom, isso teoricamente é verdade. Mas calma lá, até grandes empresas erram em seu posicionamento de marketing. Isso acontece porque muitas empresas grandes também tomam decisões por impulso ou porque ainda fazem testes no mercado. Então antes de tomar uma decisão se “espelhando nos grandes” verifique primeiro se tal posicionamento deu certo.

Vamos relembrar algumas marcas que não deram muito certo na hora de inovar em seu posicionamento. Lembrando que: “Até grandes empresas erram em seu posicionamento de marketing”.

Santher – Classe A

“Classe A”: folhas pretas em vez da boa e velha folha branca

A marca da Santher resolveu lançar um papel higiênico “Classe A”: folhas pretas em vez da boa e velha folha branca. A atriz Marina Ruy Barbosa estrelou a campanha enrolada no papel, como se fosse um vestido chique. Mas ela teve de pedir desculpas ao público depois de intensas críticas à marca. A campanha trazia o slogan “Black Is Beautiful”, o que não pegou bem, já que é um slogan cooptado do movimento negro americano durante a luta pelos direitos civis.

Fonte: Exame.

Friboi – Fresquinhas e de Qualidade

Campanha JBS: Carnes fresquinhas e… vencidas?!

A Friboi também cometeu um erro tentando consertar um erro (sim, você leu certo). Depois da “Operação Carne Fraca”, que denunciava várias carnes comercializadas irregularmente no mercado.

A marca Friboi, que faz parte do Grupo JBS, foi um dos nomes citados. Para amenizar a situação, eles criaram um comercial mostrando que suas carnes eram “fresquinhas e de qualidade”, porém, a data de validade da etiqueta estava vencida, o que não passou despercebido pelos consumidores.

Dove – Preconceito Zero

Campanha Dove

Outro erro foi da Dove, que entrou na campanha “preconceito zero”, mas em um comercial colocou uma mulher negra retirando a blusa e “virando branca”, isso gerou uma péssima repercussão.

“O clipe tinha a intenção de mostrar que o produto é para mulheres de todas as etnias e de ser uma celebração da diversidade. Mas nós não soubemos nos expressar”, reconheceu um porta-voz da marca, que pertence à gigante Unilever.  Fonte: BBC

Mas o que seria um erro em pequenas empresas? Um simples cartaz posicionado de maneira errada? Um post mal-intencionado no Facebook? Um flyer com uma mensagem de duplo sentido por engano?

Várias pequenas coisas também podem representar um erro perante a consumidor. É sempre bom ficar atento e analisar com calma tudo aquilo que pode gerar repercussão. E se essa for a sua intenção, tenha em mente as respostas e justificativas que você vai ter que dar. Sempre esteja preparado.

Mas lembre-se que até grandes empresas erram em seu posicionamento de marketing. Mas errar serve para o crescimento da própria empresa. Nem sempre uma campanha será bem vista de primeira, ou será aceita pelo consumidor. Não se desespere quando algum erro cometido for de grande repercussão. Mas também não deixe de se manifestar, se for necessário.

Para criar campanhas que geram repercussão, contrate uma agência.

 

 SOBRE O AUTOR
Graduada em produção publicitária, diretora de arte da yard. agência de publicidade.