Este planejamento que fará você e sua empresa alcançarem as metas em 2018

Este planejamento que fará você estabelecer e alcançar as metas de 2018

Agora que a virada de ano passou, você já comeu tudo que tinha direito na ceia e fez muita festa durante a virada, e os pensamentos para este ano já começam a aparecer, porém com uma certa carga de preocupação, não é mesmo? Algumas realizações de 2017 começam a ser relembradas e você se depara novamente com uma lista nova de objetivos para este ano. São momentos de planejamento, expectativas para botar a mão na massa, algumas dificuldades, altos e baixos, um tropeço ali, uma conquista ali…, mas no final, sabemos que estamos construindo, aos poucos, o futuro que almejamos. Que tal parar e ponderar um pouquinho sua lista de realizações e repensar a forma de organizá-lá? As dicas que vou dar são importantes para a sua vida pessoal, mas principalmente para o trabalho! É fundamental que você aplicar isso em suas tarefas do dia-a-dia e também repasse para seus colaboradores e colegas de trabalho. Então vamos planejar!

2018 chegou, faça um planejamento para o ano novo

O novo ano chegou! Como está seu planejamento para 2018? Imagem: d.wildapricot.net

Já percebeu que temos o costume de fazer uma lista imensa de objetivos para o ano, porém não temos o costume de colocá-las em uma ordem, ou estruturar um planejamento de início de ano de forma organizada e visível? Normalmente, lembramos das metas apenas nos primeiros meses do ano e, com a rotina do trabalho, estudos, família, deixamos nos levar e quando nos deparamos estamos onde? Exatamente, no final de mais um ano, com o pensamento de alcançar os mesmos objetivos que havíamos programados para o ano que passou. Por isso chegou a hora de acabar com esse círculo vicioso em 3 passos!

Primeiro passo: Quebre paradigmas e amplie sua forma de pensar

O que “quebrar paradigmas” significa? Que você não deve colocar em um pedestal ou julgar como um E.T quem conseguiu atingir os objetivos que traçou durante o ano, pois isso acaba criando uma barreira na sua mente e um péssimo costume de pensar que não conseguimos fazer o que queremos por causa de alguma desculpinha como… falta de tempo. Esqueça as desculpas, chegou a hora de agir!

Segundo passo: Antes de fazer sua lista, lembre que o ano tem 12 meses

E esses 12 meses passam rápido! Por isso, trace metas alcançáveis e um ou dois objetivos “master” (esses vão exigir um pouquinho mais de você e tomarão mais tempo). Organize-se durante os meses, distribua suas metas em trimestrais ou semestrais. Delegue entre os responsáveis e liste todas as ações necessárias que você deverá tomar para alcançá-la. Cheque sua lista mensalmente, coloque datas e limites de realizações. Essa atitude evitará frustrações.

Terceiro passo: Não deixe que as metas sejam “esquecidas”

Coloque sua lista em um local visível, de forma dinâmica e colorida. Tem que ser algo que você olhe diariamente e lembre que parte do seu tempo todos os dias deve ser destinado para seguir para alcançar estas metas. Reorganize-se. Reinvente. Eaí, pronto para começar?

Para não ficar apenas nas dicas básicas e para colocar em prática o que estamos falando, preparei algo mais objetivo do que o que escrevi até agora. Olha aí como você pode fazer seu planejamento de metas a partir de agora.

Análise SWOT do seu mercado, seu trabalho, sua vida

Acredito que você já deve ter ouvido falar em “Análise SWOT” ou “Matriz SWOT”, não é mesmo? Se não, prepare-se para encarar as coisas boas e ruins, tanto da sua vida quanto do seu negócio de forma quase que revolucionária. Por que eu acho esse método tão efetivo? Ele serve justamente para qualquer situação, como descrevi ali no título: seu mercado, seu trabalho, sua vida. Então, será perfeito durante o planejamento para 2018. Você começa a ponderar as coisas boas e as coisas não tão boas assim e o principal: entende que as coisas não tão boas podem, com uma dose de perseverança, ser perfeitamente alcançadas e vencidas.

Em uma lista, elenque pontos fracos, pontos fortes, oportunidades e ameaças.

– Pontos fortes e pontos fracos: são suas questões internas. Por exemplo, como dono de um negócio, seu ponto fraco seria pouco engajamento da equipe, e o ponto forte seria a disponibilidade de investir em treinamentos.

Oportunidades e ameças: são questões externas. Por exemplo, oportunidade do seu negócio crescer pois não há concorrência direta. A ameaça pode ser uma alta carga tributária que irá impactar os primeiros anos do seu novo empreendimento.

Uma dica, é que você pode utilizar um quadro conforme imagem abaixo, ele deixa você visualizar o que está sendo levantado de forma mais clara:

Análise SWOT planejamento para 2018

Exemplo de quadro de Análise SWOT. Imagem: agendor.com.br

O que você deve lembrar ao aplicar uma análise SWOT efetiva dentro da empresa:

– Esse é o momento de levar TUDO em consideração, faça um verdadeiro brainstorming. Realize essa atividade em equipe, com os tomadores de decisão do negócio;

– Leve o tempo que for necessário, realize pesquisas, discuta em grupo. Este momento é a base de tudo que será construido ao longo do ano;

– Utilize elementos visuais para tornar o momento mais dinâmico e despertar a criatividade: quadros, canetas coloridas, post its, músicas de fundo, colagem de imagens… torne o momento manual! Proporcione este engajamento e interação entre a equipe.

– Crie grupos focais para cada grande assunto. Por exemplo: um grupo de pessoas será responsável pelas finanças, outro pela parte de relacionamento com stakeholders (comunidade externa com a qual os setores da empresa mantêm contato), benchmarking (que é responsável pelo processo de melhoria contínua e busca de resultados), por exemplo.

Terminada a Análise SWOT? Agora elabore um o plano de ação!

Depois de concluir sua Análise SWOT, faça uma pausa para o café chegou a hora de escrever as ações de melhoria e traçar um plano de metas alcançáveis, tudo isso de acordo com o que foi levantado em sua análise. Não se esqueça: Não crie metas mirabolantes, isso fará apenas que você se frustre.

Crie uma planilha com os seguintes dados:

– Data do dia que a ação foi determinada;

– Grupo focal que esta ação pertence;

– Descrição da ação;

– Responsável pela ação;

– Data limite de realização.

Alimente esta planilha e realize o check das ações mensalmente, isso ajudará você a não se perder no planjemanto para o ano novo e facilitará o controle das metas alcançáveis.

Bônus 1: lembra que falei do objetivo master? Agora que ele aparece! Ele exigirá um pouco mais de você e sua equipe, será o esforço extra que vocês farão, diariamente ao longo do ano, para atingir um objetivo novo ou superar um obstáculo em 2018, esse será seu objetivo mirabolante do ano, por isso não faça mais que dois. Faça um plano de ação só para ele, com metas semanais mais fáceis, que não poderão ser esquecidas ou deixadas de lado. Lembre do objetivo master durante as reuniões, deixe-o igualmente visível junto das outras metas, de preferência com maior destaque.

Bônus 2: Caso você esteja fazendo essa planilha para sua vida pessoal, faça da mesma maneira, a única diferença é que o responsável pelo resultado das ações será somente você!)

Mãos à obra, execute um 2018 melhor!

Depois de ter feito a Análise SWOT e o seu plano de ação, não se esqueça de alguns pontos ao longo deste dia de planejamento para 2018:

– Faça esse momento com a equipe (ou com você mesmo) ainda em janeiro, afinal de contas, não podemos fazer um planejamento anual em março e o primeiro momento de “check” em abril;

– Não deixe que essa atividade seja levada de forma banal, separe pelo menos um dia para executá-la com dedicação;

– Para deixá-la mais interessante, você pode fazer algumas coisas diferentes, como dinâmicas motivacionais e impactantes (nada de chatice!), ou proporcionando um momento de palestra com conteúdo relevante para o seu negócio. Você pode realizar a atividade em local diferente, longe da empresa e que nunca foi usado antes;

– Realize momentos mensais para o “check” das ações, entenda o que não está acontecendo e o motivo para não ter acontecido. E converse! A comunicação é fundamental;

– Troque ideias e delegue as ações entre os responsáveis. Lembre-se dos grupos focais;

– Lembrando novamente: coloque as ações e as metas em local visível e de maneira que atraia a atenção. Isso faz com que você não se esqueça delas!

Apesar de parecer um pouco técnico, é fundamental você realizar um planejamento para 2018 com metas alcançáveis e controle mensal de suas ações. Não encare isso como algo difícil, é mais fácil que parece! Leve de forma leve e natural, converse, troque ideias, pesquise, faça diferente. Este momento é de crescimento e aprendizagem. Encare-o de maneira divertida, quebre os paradigmas.

Quer mais dicas para tornar sua empresa melhor? Acompanhe nosso blog!

 SOBRE O AUTOR
Graduanda em produção publicitária, mídia e planejamento na yard. agência de publicidade.