5 dicas de ouro para melhorar a iluminação natural da sua empresa

A utilização da iluminação natural em empresas torna o ambiente corporativo mais estimulante, saudável e produtivo, além da redução de gastos com o consumo de energia elétrica. Dependemos da luz natural para nosso bem-estar, ela estimula a região do cérebro responsável por avisar o restante do nosso organismo que precisamos acelerar as atividades vitais.

Com pequenas medidas é possível adaptar a arquitetura do ambiente corporativo para o melhor aproveitamento dos recursos naturais. Confira estas 5 dicas essenciais para você aplicar (pelo menos uma delas) em seu negócio:

1 – Portas e janelas de vidro – Além da função estética moderna, janelas e portas de vidro permitem maior incidência de iluminação natural dentro dos ambientes. Itens como cortinas, brises, persianas, permitem controlar os níveis de claridade e calor desejado dentro de cada ambiente. Outra opção são as Bay Windows, as conhecidas janelas “projetadas para fora” da fachada. Elas proporcionam uma ilusão de ampliação do ambiente, o que é um ponto positivo para escritórios pequenos.

2 – Tons neutros e claros – A utilização de cores claras, seja nas paredes ou nos mobiliários, ajudam a preencher o espaço com mais claridade, já que estes tons refletem com maior intensidade a luz.

3 – Jardins de inverno – Projetos corporativos podem apostar em pequenos espaços como jardins de inverno para agregar mais valor a partir da estética. Estes ambientes costumam apresentar, além de elementos naturais verdes, aberturas para ventilação e/ou iluminação natural.

jardim-de-inverno

Jardins de inverno são, além de bonitos, uma ótima maneira de trazer iluminação natural no ambiente. Imagem: decoresalteado

4 – Iluminação zenital – Outra forma de aproveitar a luz natural é a iluminação zenital, feita através das coberturas. Muitas vezes é a solução para espaços que não possuem formas de abrir aberturas nas laterais. Este tipo de iluminação é bastante utilizado em shoppings centers. Existem diversas opções para este tipo de iluminação, como átrios, cúpulas, claraboias, sheds.

5 – Divisórias internas de vidro – Estas permitem que a iluminação natural contemple mais de um ambiente com sua transparência, mesmo os que não tem janela. Além de modernas, ajudam a facilitar também a comunicação da equipe.

 

Vale lembrar que a iluminação natural serve como complementação da luz no ambiente comercial, não como substituição completa da luz elétrica.

 

Imagem do post retirada de: http://a3interiores.com.br/projeto/escritorio-engenharia-barra-da-tijuca/

 

 SOBRE O AUTOR
Graduada em arquitetura e urbanismo, consultora de arquitetura comercial da yard. arquitetura.